Os Canivetes Mais Valiosos do Mundo

Para colecionadores e entusiastas, certos canivetes são verdadeiras obras de arte. Seus designs requintados, materiais nobres e histórico fazem deles itens extremamente valiosos e cobiçados. Conheça alguns dos canivetes mais caros já vendidos:

Os Canivetes Mais Valiosos do Mundo插图
Canivete de Diamante Cartier – US$108 mil
Em 2006, a renomada joalheria Cartier arrematou um canivete suíço por US$108 mil em um leilão. Cravejado em diamantes brancos, o corpo tem 930 pedras que totalizam 68,9 quilates. As ferramentas são em ouro 18 quilates rosé. Definitivamente, trata-se mais de uma joia do que utilitário.
Canivete Damasco Medford Praetorian Genesis – US$100 mil
Considerado uma obra prima da fabricante americana Medford Knife, esse modelo tem uma lâmina forjada em aço Damasco com intrincado padrão. O processo requer mais de 300 camadas de aço forjadas uma a uma. O cabo é cravejado em safiras e diamantes azuis de 4 quilates.
Canivete Damasco Tony Bose
O renomado fabricante americano Tony Bose cria canivetes artesanais extremamente valiosos. Seu recorde é de US$74 mil por um modelo com lâmina de Damasco com 512 camadas de aço forjado. O cabo tem mais de 300 gramas de prata esterlina cravejada em pérolas Tahiti. São necessários mais de 300 horas de trabalho para finalizar cada peça.
Canivete Damasco com Marfim e Ouro – US$50 mil
Outro modelo de lâmina Damasco com intrincado padãoleão e cabo esculpido em marfim de morsa com aplicações em ouro 18k. A peça foi leiloada por US$50 mil em 2019.
Canivete François Goyard – €30 mil
A renomada marca de luxo François Goyard lançou em 2013 um canivete comemorativo com corpo em prata dourada cravejado em diamantes. O emblema da marca aplicado em ouro amarelo e a madeira exótica do cabo elevam o valor da peça para cerca de €30 mil.
Canivete Suíço Chopard – €20 mil
A Chopard, conhecida pelos relógios e joias de luxo, também produziu um canivete suíço em ouro 18 quilates com diamantes e safiras. Limitado a apenas 25 unidades, esse modelo exclusivo custa em torno de €20 mil.
Canivete Buckingham Palácio de Cristal
Em comemoração ao Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II, a marca suíça Swiza lançou um canivete com corpo esculpido em cristal. Uma representação do Palácio de Buckingham está gravada a laser na peça, que ainda conta com aplicações em ouro. Custa aproximadamente £16 mil.
Esses são alguns dos canivetes mais caros já produzidos por marcas renomadas e artesãos. Valorizados por materiais nobres como ouro, prata e pedras preciosas, e também pelas técnicas de fabricação que envolvem centenas de horas de trabalho, essas peças são verdadeiras obras de arte para colecionadores. Mais do que utilitários, são itens de luxo e ostentação que mostram o quanto um canivete pode atingir em valor.
Canivete Damasco Cobra Nguyen Thai – US$14 mil
O fabricante vietnamita Nguyen Thai alcançou este valor recorde em 2018 com um canivete de lâmina Damasco com impressionante padrão cobra. O cabo é feito de marfim com detalhes em ouro de 24 quilates.
Canivete Damasco Dick Smith – US$12 mil
O artesão australiano Dick Smith levou mais de 100 horas para forjar este canivete com lâmina intrincada de Damasco. O cabo é feito de chifre de búfalo e madrepérola.
Canivete Damasco Shark – US$10 mil
Outro modelo de lâmina Damasco que imita um padrão de pele de tubarão. Fabricado pelo russo Vladislav Rosan, conta com aplicações de ouro no cabo com formato de tubarão.
Canivete Ouro Rolex – US$9 mil
A Rolex, conhecida pelos relógios de luxo, lançou em 2009 um canivete comemorativo com corpo esculpido inteiramente em ouro 18 quilates. Ferramentas dobráveis e emblema da marca em alto-relevo.
Canivete François Genoud – €7 mil
O fabricante suíço François Genoud cria canivetes artesanais de altíssimo valor. Seu modelo mais caro é este com corpo de prata envelhecida gravado à mão e 104 diamantes incrustados.
Canivete Damasco John Gray – US$6,5 mil
O americano John Gray levou cerca de um ano para completar este impressionante canivete com lâmina intrincada de Damasco e cabo esculpido em marfim de morsa.
Embora tenham utilidade limitada, esses canivetes refletem o trabalho árduo de artesãos e joalheiros. São objetos de desejo para colecionadores e entusiastas do mundo todo, além de consolidarem seu valor como investimentos. São obras de arte portáteis que fundem estética, exclusividade e história.